Empréstimo com garantia de imóvel: entenda como funciona

Sabemos que não é fácil conseguir dinheiro para realizar os seus sonhos, principalmente aqueles que exigem um investimento maior, como é o caso de uma reforma, uma viagem, ou mesmo abrir uma empresa.

Para esses objetivos, é óbvio que você precisará de mais rendimento. Um empréstimo de alto valor, com um grande prazo e que tenha taxas de juros viáveis, seria a melhor opção. Porém, a grande questão é: onde encontrar uma concessão com essas características? O empréstimo com garantia de imóvel pode ser a resposta que você procura.

Neste texto, vamos explicar como esse tipo de crédito funciona e como realizá-lo. Acompanhe!

O que é um empréstimo com garantia de imóvel?

Conhecida no mercado como alienação fiduciária, esse tipo de concessão se caracteriza por ser um empréstimo em que o interessado disponibiliza o seu imóvel como garantia para a liberação do crédito.

As instituições que concedem essa modalidade de crédito costumam aceitar desde casas a apartamentos, estabelecimentos comerciais e até terrenos. É importante deixar claro que a alienação fiduciária não é a mesma coisa que hipoteca. As duas possuem como características principal a utilização do imóvel, porém, têm conceitos bem diferentes, como poderemos ver a seguir.

Diferenças entre hipoteca e a alienação

Como comentamos no tópico acima, as duas categorias de crédito não são a mesma coisa. A principal diferença está no fato de que, na hipoteca, a instituição não fica definida como a proprietária do imóvel.

O que ocorre é que o dono da residência define em contrato que, se não conseguir pagar o empréstimo, a propriedade pode ser entregue ao credor. Contudo, esse processo costuma ser bem mais burocrático do que a alienação, pois, para a financeira obter a casa, ela precisa entrar com uma ação judicial.

O que é necessário para fazer?

Primeiramente, é preciso deixar claro que, apesar das facilidades, esse tipo de crédito exige que o interessado preencha alguns pré-requisitos. A saber:

  • as condições estruturais do imóvel devem estar em bom estado, além disso, o seu valor não deve ser menor que R$ 150 mil (para imóveis fora de capitais) e R$ 200 mil (para residências que estão nas capitais);
  • o contratante não deve ter mais de 80 anos quando o empréstimo chegar ao final;
  • é feita uma avaliação não só do estado da casa, mas também de sua localização, o tipo de população, IDH e a renda per capita da região.

Com esses requisitos atendidos, o interessado começará o processo para realizar o seu empréstimo.

Como funciona?

O primeiro passo é realizar uma simulação no site da instituição. Ela é um procedimento padrão, pois é a partir dela que as financeiras podem checar se você tem condições de lidar com essa concessão

Confirmadas as chances de empréstimo, agora é hora de preencher a ficha de cadastro e enviar da cópia de documentos. Destacamos que os documentos exigidos, nesse caso, são RG, CPF, comprovante de residência, estado civil e renda, matrícula do imóvel e carnê de IPTU.

Após o envio, o banco realizará uma avaliação financeira e jurídica de sua situação. Se tudo estiver de acordo, eles analisarão as condições da residência. Isso é feito por meio de um engenheiro contratado que vai até o local, faz as medições e tira fotos para enviar a instituição financeira.

Comprovado que sua casa está em boas condições, o banco pedirá que você mande os seus documentos originais para a elaboração do contrato e envio para que o assine. Ao receber, o contratante deve autenticá-lo no cartório. Registro feito, a instituição então deposita o valor requerido na conta do consumidor.

Quais são as instituições que oferecem esse tipo de crédito?

Neste tópico, separamos algumas das instituições que concedem o empréstimo com garantia. Confira!

Gostou de saber como funciona o empréstimo com garantia de imóvel? Quer continuar conhecendo outras modalidades crédito? Então acesse o nosso texto e saiba mais como funciona a hipoteca. Confira!

Caixa Econômica Federal

Taxa de juros: 1,27% ao mês

Prazo máximo: 20 anos

Valor do financiamento: até 50% do imóvel, valor mínimo concedido é de R$ 20 mil

Custo de avaliação: R$ 2.200,00

BV

Taxa de juros: não informado

Prazo máximo: 20 anos

Valor do financiamento: até 60% do imóvel, oferece de R$ 40 mil a R$1 milhão

Custo de avaliação: não informado

Creditas

Taxa de juros: a partir de 1,15 % ao mês + IPCA

Prazo máximo: de 10 a 20 anos

Valor do financiamento: 60% do valor do imóvel, com R$ 30 mil como valor mínimo concedido

Custo de avaliação: não informado

Banco Inter

Taxa de juros: a partir de 1,29% ao mês +IPCA

Prazo máximo: 15 anos

Valor do financiamento: 50% do valor do imóvel e o valor mínimo para empréstimo é de R$ 50 mil

Custo de avaliação: não informado

 Quais são as vantagens de realizar um empréstimo com garantia de imóvel?

O empréstimo com garantia de imóvel, apesar de ser relativamente novo no mercado brasileiro, tem vantagens interessantes para o consumidor. A seguir separamos 4 benefícios que a alienação pode oferecer. Confira!

Prazo estendido

Uma grande vantagem se comparado com outros empréstimos, o prazo concedido por essa concessão é bastante alto. A maioria das instituições consegue disponibilizar até 20 anos para que o consumidor quite a dívida, porém, isso não é uma regra e é possível encontrar financeiras que concedem um prazo máximo de 13 anos.

Juros baixos

Outra grande característica bem vantajosa para o interessado está no valor dos juros. Nessa modalidade, eles são bem menores do que é encontrado no mercado. Segundo o Banco Central, a média desse empréstimo está em torno de 1,44% ao mês.

Praticidade

As prestações da liberação de crédito são mensais e seus valores vão diminuindo conforme o tempo. Além disso, o imóvel não precisa estar quitado, pois algumas empresas aceitam residências até 60% financiadas.

Maior limite

Muitas instituições disponibilizam de R$ 20 mil até 60% do valor do imóvel. O que é uma grande quantia para o consumidor e que dificilmente em outros empréstimos ele conseguiria adquirir.

Empréstimo inovador

Devido ao prazo estendido, quantidade de dinheiro concedido e juros baixos, esse tipo de empréstimo se torna uma modalidade muito diferente do que é encontrado no mercado, possibilitando que o consumidor tenha muitas condições em um só crédito, inclusive, mesmo que esteja com o nome sujo.



Deixe uma resposta