Fazer um empréstimo ou usar o cartão de crédito?

Fazer um empréstimo ou usar o cartão de crédito
Divulgue essa notícia

Algumas situações são difíceis de escapar, e quem precisa de dinheiro precisa para já! Por isso, o empréstimo e o cartão de crédito se tornaram tão populares na nossa economia.

Em ambos os casos, a solução vem de maneira rápida e simples. O empréstimo, você devolve para o banco o valor em pequenas parcelas. O cartão de crédito te permite até parcelar a fatura do mês.

Mas qual a melhor solução: fazer empréstimo ou usar o cartão de crédito?

Tanto o empréstimo quanto o cartão de crédito podem ser vilões ou mocinhos nessa história. Primeiro, conheça as diferenças entre as duas formas de crédito.

Cartão de Crédito

O cartão de crédito substituiu de vez o cheque na vida de algumas pessoas. Basta processar a compra no cartão, escolher as condições de pagamento (número de parcelas) e aguardar a fatura no mês seguinte.

Sobre essas parcelas, incidem juros – ou seja, quanto mais parcelas, mais o consumidor vai pagar. A ideia é facilitar o processo de circulação de bens e mercadorias com uma forma de o cliente obter crédito facilitado.

Entretanto, o Banco Central do Brasil demonstra que dependendo da instituição escolhida, os juros do crédito rotativo no cartão de crédito podem ultrapassar 800% ao ano, e mais de 20% ao mês.

Empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal, por sua vez, apresenta taxas de juros que, em casos mais exorbitantes, oferecem taxas de até 4% pré-estabelecidas pelo Banco Central do Brasil (conforme a modalidade do empréstimo).

Depois da contratação do empréstimo, o consumidor fica obrigado à devolução do valor em parcelas pré-determinadas em contrato com a instituição financeira. Aposentados, pensionistas do INSS e servidores públicos costumam ser os mais beneficiados pelos empréstimos.

As taxas de juros praticadas tendem inclusive tendem a ser mais baixas para aposentados e pensionistas.

Outras modalidades de empréstimo que possuem juros muito menores são os empréstimos com garantia.

Como escolher entre o cartão de crédito e o empréstimo?

A escolha entre uma ou outra solução em crédito vai depender do objetivo com a contratação e a disponibilidade de limite.

No cartão de crédito, o limite tende a ser reduzido. Uma transação consome o limite das próximas, deixando o consumidor com poder de compra ainda menor.

Embora o empréstimo pessoal seja limitado pela margem consignável, ainda assim é possível obter mais dinheiro com o empréstimo que com o cartão de crédito.

Aliás, o cartão de crédito permite o uso de saques em dinheiro, uma espécie de empréstimo, entretanto, o valor desse saque também é limitado.

Ou seja, para quem precisa de dinheiro para reformas, viagens ou até mesmo colocar as contas em dia, o empréstimo pessoal é a melhor solução. O cartão de crédito, além de oferecer taxas de juros muito mais altas, não dá ao consumidor as condições e soluções que o empréstimo garante.

Antes de escolher entre os dois, observe o que atende melhor às suas necessidades e também o que apresenta as menores taxas e juros.

Saiba mais sobre esse tema e dicas de finanças: continue navegando pelo nosso blog.

Para essas e outras soluções em crédito e empréstimo pessoal, conte com a Quero Financiar.

cartão de crédito
Compartilhe e nos ajude:
Conheça nossas soluções de crédito
Visite nossas redes sociais
Últimas postagens
PRA VOCÊ
Últimas postagens

SOLICITE ONLINE AQUI!

Precisa de um empréstimo?

Os melhores juros você encontra aqui! Solicite sua simulação na Quero Financiar.